ASPECTOS POLISSÊMICOS DO CONECTIVO MAS EM TEXTOS DE DISCENTES DA 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

Antonio Vianez Costa

Resumo


Neste trabalho, investiga-se o uso do conectivo mas nas construções escritas por estudantes da 3ª série do Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas – IFAM – Campus Manaus Zona Leste, considerando o aspecto polissêmico que esse articulador apresenta. Nessa instituição, há cursos técnicos profissionalizantes, o que corrobora com a heterogeneidade linguística. Assim, objetiva-se verificar a pluralidade de sentidos de mas, a partir do princípio da contraposição e semântico-argumentativo MasPA e masSN. A pesquisa abriga-se na abordagem funcionalista e semântica argumentativa. Quanto à metodologia, a pesquisa é qualitativa, de natureza documental, com a modalidade análise de conteúdo. A escolha do corpus resultou da construção de trinta textos dissertativo-argumentativos de estudantes da 3ª série da instituição acima mencionada.  Desses trinta textos construídos, foram selecionados dez, cujo resultado apontou a maior ocorrência nas construções na contraposição por negação de inferência e nas do masPA.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.