UMA ABORDAGEM SEMIOLINGUÍSTICA DO COMPORTAMENTO DO CONECTIVO “E” NA CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO

Anabel Medeiros Azeredo de Paula, Rafael Guimarães Nogueira

Resumo


Esta pesquisa investiga o comportamento sintático-semântico e discursivo do conectivo “e” em um artigo de opinião de grande impacto na opinião pública, o texto Professor ganha mal?, escrito pelo jornalista Claudio de Moura Castro e publicado na revista Veja. O objetivo central deste trabalho é investigar como o conector “e” contribui para a construção da argumentação nos níveis linguístico e discursivo em um artigo de opinião. Examina-se, em primeiro lugar, como o uso do operador “e” atua na estruturação do modo de organização argumentativo do discurso (CHARAUDEAU, 2008). Em seguida, recorre-se aos estudos de Camacho (1999) para explicitar a possibilidade de múltiplas interpretações de um mesmo enunciado. Desse modo, esta pesquisa sublinha a multiplicidade das relações sintático-semânticas e discursivas que, num dispositivo argumentativo, são estruturadas a partir do conectivo “e”.

Palavras-chave: conectivo “e”, ambiguidade pragmática, argumentação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.