A MULTIFUNCIONALIDADE DE “ALIÁS”:VALORES SEMÂNTICOS E SINTÁTICOS EM PERSPECTIVA FUNCIONAL

Nice da Silva Ramos

Resumo


Esta pesquisa consiste no estudo funcional de aliás, observando seus aspectos semânticos e sintáticos, utilizado no domínio da argumentação. Embasamo-nos no aparato teórico da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU), da Linguística Textual (LT), e da Argumentação, e o corpus consiste nas teses de doutoramento em Letras Vernáculas da UFRJ, dos anos de 2014, 2015 e 2016. Grande parte das obras normativas, como também a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB), classifica o aliás como palavra denotadora de retificação, enquadrando-o no rol das palavras não incluídas entre os advérbios. Em gramáticas e dicionários de autores consagrados, aliás é muitas vezes considerado advérbio. Durante a pesquisa, constatamos o uso de aliás como operador argumentativo em 100% das ocorrências, seja articulando variadas porções textuais, seja retificando enunciados, restando-nos esclarecer os valores sintáticos por trás da função textual de operador argumentativo. A análise preliminar é pautada no posicionamento de aliás e na descrição das estruturas morfossintáticas que o instanciam. Os resultados, após uma reavaliação, por tratar-se de pesquisa em andamento, apontam, a priori, 21 padrões instanciadores desse item em suas 98 ocorrências.

Palavras-chave: aliás; multifuncionalidade; funcionalismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.