ESTILO REDUZIDO NA ESCRITA DE SURDOS

Lou-Ann Kleppa

Resumo


Neste estudo, tomamos como objeto de análise enunciados que não apresentam conectivos ou conexidade na escrita em português de alunos surdos matriculados no curso regular de Letras - Libras da Universidade Federal de Rondônia. A esta escrita peculiar, aplicamos o conceito de estilo reduzido, desenvolvido por Kleppa (2008, 2009, 2010 e 2018) e definido como resultado de um planejamento sintático simplificado, apresentando algumas características, a saber: não finitude (ou não há verbos no enunciado, ou não há verbos conjugados), ordem de palavras não necessariamente canônica e baixa frequência de conectivos. Os dados coletados são de escrita espontânea e foram produzidos ao longo de quatro meses num grupo de WhatsApp da turma de Libras. Para caracterizar a escrita no grupo de WhatsApp, destacamos um grupo controle(formado por quatro outros sujeitos participantes deste mesmo grupo), cujos resultados são contrastados com os do grupo de alunos surdos.Podemos afirmar que o conceito de estilo reduzido pode ser usado para descrever a fala agramática, telegramas, manchetes de jornal e a escrita de surdos aprendizes de português como língua estrangeira, mas cada um destes registros apresenta suas especificidades quanto à manifestação da não finitude, ordem das palavras e uso de conectivos.

Palavras-chave: Estilo reduzido; Escrita de surdos; Conectivos; Conexidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.