OPERADORES ARGUMENTATIVOS EM REDAÇÕES MODELO ENEM: DA OCORRÊNCIA À ARTICULAÇÃO TEXTUAL-DISCURSIV A

Paulo Ricardo Soares Pereira

Resumo


A intenção do texto dissertativo-argumentativo é convencer o interlocutor das ideias apresentadas pelo autor; logo, o reconhecimento e a utilização adequada, em um texto ou sequência textual, de um operador argumentativo são fundamentais para o produtor de texto que busca uma efetiva progressão/coesão textual. Assim, na produção da redação do ENEM, o aluno-candidato deve “utilizar variados recursos linguísticos que garantam as relações de continuidade essenciais à elaboração de um texto coeso”, (BRASIL, 2017, p. 22), dentre esses recursos, temos os operadores argumentativos (OA). Esta pesquisa, de modo geral, pretendeu investigar o comportamento dos OA na organização textual de textos dissertativo-argumentativos modelo ENEM. Como objetivos específicos, buscou examinar a ocorrência desses operadores e analisar a articulação por eles promovidae suas funções textual- discursivas nos textos em referência. O estudo fundamentou-se essencialmente nos aportes teóricos da Linguística Textual (KOCH, 1984, 2015; KOCH; ELIAS, 2016). A análise dos dados revelou como principais resultados pouca variedade/diversidade e repetição de OA, ausência de OA intra/interparágrafos, além de inadequação no uso dos OA quanto à orientação argumentativa estabelecida entre as orações, períodos e parágrafos. Isso significa presença expressiva de redações com articulação precária e/ou pouca variedade de operadores; e articulação adequada e variedade mediana de operadores.

Palavras-chave: Operadores argumentativos; Articulação textual-discursiva; Redações modelo ENEM.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.