ORAÇÕES SUBORDINADAS GERUNDIVAS EM PORTUGUÊS BRASILEIRO E EM FRANCÊS: UM ESTUDO EM SINTAXE COMPARATIVA

Fernanda Cruzetta

Resumo


Neste trabalho, buscamos analisar, de maneira comparativa, construções gerundivas no português e no francês – mais especificamente, orações subordinadas adverbiais reduzidas de gerúndio. Apesar de a oração reduzida não ser conectada à oração principal por conjunções ou locuções conjuntivas, podemos inferir que existe, sim, uma conexão entre elas, e tal conexão se estabelece a partir de relações de modo, tempo etc. O gerúndio no português é uma forma verbal não finita e marcada pela desinência -ndo. Primeiramente, propomos apresentar uma breve descrição do gerúndio no português e suas formas equivalentes no francês. Para isso, tomamos como base o artigo de Móia e Viotti (2004). No francês, as formas equivalentes ao gerúndio são aquelas marcadas pelo sufixo -ant: o gérondif [Ger]e o participe présent [Ppr]. A pesquisa mostrou que as formas em -ant do francês correspondem ou ao gerúndio adnominal (e no francês equivale ao Ppr) ou ao gerúndio predicativo ou adverbial do português (nesses dois últimos casos, há uma alternância entre a utilização do Ppr e do Ger).

Palavras-chave: Gerúndio; Gérondif; Participe présent.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.