"Benefícios reais da lei de terras": Uma releitura política com base na experiência do termo de lages em Santa Catarina

Flávia Paula Darossi

Resumo


Neste trabalho procuro analisar a forma como o Estado Imperial brasileiro adequou o projeto centralizador da década de 1840 em correspondência com as elites regionais e locais, e tornou a Lei de Terras e seu Decreto de execução instrumentos funcionais de agregação e consolidação política no Segundo Reinado. Para aprofundar minha hipótese, tomo por objetos de estudo a província de Santa Catarina e a região do Planalto, correspondente à municipalidade de Lages no século XIX.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.