Da Escola de Aviação do Fluminense Yacht Club ao Marimbás Air Force: construindo uma ponte entre o passado e o presente

Alejandra Saladino

Resumo


A idéia para o projeto de dissertação Marimbás Air Force: um lugar de memória da aviação civil brasileira - uma abordagem da História Oral - mestrado em Memória Social e Documento da UNIRIO - surgiu de uma pesquisa anterior sobre o Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) que, até 1943 chamava-se Fluminense Yacht Club. Deste clube é sócio o piloto amador G. que, no Clube dos Marimbás, ajudou a formar o Marimbás Air Force. Freqüentado por sócios do Clube dos Marimbás, em sua maioria, reúne semanalmente um grupo de ex-aeronautas e amantes da aviação,em geral. O MAF se apresenta claramente como um lugar de memória, um espaço construído pelos relatos dos indivíduos, pela vontade de memória, onde as lembranças são cristalizadas e transmitidas e onde são construídos e legitimados traços identitários.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.