A Consolidação da Identidade Cristã no Século IV

Mariana de Matos Ponte Raimundo

Resumo


O século IV se apresenta como um momento decisivo para o cristianismo, para a Igreja e para o Império Romano. Nesse contexto, a institucionalização do cristianismo e a consolidação de uma identidade cristã envolvem tensões, mas também afinidades eletivas; são diversos os processos político-administrativos, culturais e religiosos presentes nessa conjuntura. A proposta desse artigo –  elaborado a partir da pesquisa desenvolvida no Mestrado em Ciência da Religião – é inter-relacionar esses processos que possivelmente favoreceram a emergência de um cristianismo institucionalizado. Indicar-se-á ainda que a consolidação de uma identidade cristã está intimamente relacionada à existência de uma religiosidade tardo-antiga com características comuns ao cristianismo e que o fortalecimento das estruturas eclesiásticas contribuiu para a hegemonia de uma identidade cristã dentre as diversas correntes cristãs constituídas ao longo dos três séculos anteriores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.