Os Inimigos dos Romanos Sob o Imperium de Graciano no Tratado “De Fide” de Ambrósio, Bispo de Milão (Séc. IV d.C)

Janira Feliciano Pohlmann

Resumo


Neste artigo, através de análises do tratado De fide, de autoria de Ambrósio, bispo de Milão, buscamos compreender de que maneira o milanês identificou os inimigos que assolavam sua comunidade: especialmente arianos e godos, nomeados respectivamente como hereges e selvagens. Sugerimos que, com o intuito de apaziguar as ameaças internas e externas daquele momento, o bispo delineou o augusto ocidental daquela época como um governante ideal. Para tanto, descreveu Graciano como um imperador cristão, atento a estes problemas e preparado para enfrentá-los. Ao passo que o milanês caracterizava ações e crenças como corretas, edificava atitudes e noções que poderiam causar malefícios a sua comunidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.