Filosofia Pragmática, Pragmática Sociológica e Direitos Humanos

Ubiracy de Souza Braga

Resumo


O presente artigo pretende analisar a partir do pragmatismo de Richard Rorty, as representações da modernidade no âmbito da cultura norte-americana. Tal reflexão deve-se ao fato de que diante da destruição, extermínio e crimes de guerra cometidos com a nova ocupação militar no Iraque, serviu como  baluarte para uma cultura que, relacionando pragmatismo e verdade, pragmatismo e política e pragmatismo e religião consagrou a máxima de Weber calcada na idéia de que “‘fim’ é a representação de um resultado que se converte em causa de uma ação”. Não há resposta satisfatória tanto para a filosofia pragmática quanto para a pragmática sociológica. Além disso, este episódio demarcou, do ponto de vista da sociedade civil mundial, uma condenação moral com o pedido de formação de um Tribunal Penal Internacional contra o consórcio anglo-americano representado por Bush Blair.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.