Desigualdade de Gênero e Saúde: Avaliação de Políticas Públicas de Atenção à Saúde da Mulher

Thaís Ferreira Rodrigues

Resumo


Pretendo, com este artigo, abordar a avaliação de qualidade da atenção em saúde tomando como referência as reflexões acerca das relações de gênero e sua conexão com a desigualdade. Para tal, busca-se, inicialmente, discorrer sobre a situação das políticas sociais de saúde brasileiras vinculadas à Seguridade Social instalada no país após a Constituição Federal de 1988. Em seguida, buscarei sistematizar as principais contribuições advindas de uma ótica de gênero e mostrar a relevância dessa perspectiva no campo da saúde, principalmente após a implementação do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher (PAISM) e, posteriormente, da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher. Demonstrarei também aspectos que norteiam uma dada definição de avaliação de qualidade da atenção em saúde, além de sugerir etapas para uma discussão metodológica com essa temática.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.