Tráfico, favelas e a cidade do Rio de Janeiro.

Mario Sergio Brum

Resumo


Ao mesmo tempo que o tráfico de drogas ocupa bastante espaço na mídia, nas ações do Estado, e no imaginário do carioca, sabe-se pouco sobre ele além de chavões e diagnósticos simplistas. Analisando os jornais de grande circulação ou mesmo a mídia eletrônica, percebemos que no discurso de muitos políticos e autoridades da área de segurança, junto com as próprias notícias veiculadas, há uma reatualização da imagem, tão comum durante todo século XX, das favelas como um ‘lugar perigoso’ e/ou uma ‘outra cidade’. As diversas ações do Estado e de ONGs apresentam como meta combater a influência do tráfico nas favelas, visando diminuir as causas da criminalidade e os efeitos da violência para toda a cidade. No entanto, o caráter que muitas destas ações possuem, sem considerar a cidadania  como um fator importante para superar esta situação, acabam por se revelar inócuas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.