A justiça não basta e ainda falha: Motivações e casos de linchamentos no Ceará

Jean Mac Cole Tavares Santos

Resumo


A presente pesquisa estuda genealogicamente as práticas impetradas por grupos populares buscando vingança ou justiçamento, no Ceará durante o século XX, percebendo como esses crimes foram se caracterizando como linchamentos. O objetivo é pensar como o linchamento foi sendo constituído, como ele foi se firmando e se incorporando na prática e no discurso da vida social. Nas palavras de Roberto Machado (1993) pode-se dizer que a análise proposta tem como ponto de partida a questão do porquê. “Seu objetivo não é principalmente descrever as compatibilidades e incompatibilidades entre saberes a partir da configuração de suas positividades; o que pretende é, em última análise, explicar o aparecimento de saberes a partir de condições de possibilidade externas aos próprios saberes, ou melhor, que imanentes a eles os situam como elementos de um dispositivo de natureza essencialmente estratégica. É essa análise do porquê dos saberes, que pretende explicar sua existência e suas transformações situando-o como peça de relações de poder ou incluindo-o em um dispositivo político, que em uma terminologia nietzscheana, Foucault chamará genealogia”.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.