Memórias no Ecrã: os Trabalhos de Memória da Ditadura no Cinema de Lúcia Murat

Vinicius Alexandre Rocha Piassi

Resumo


Neste artigo, propõe-se analisar entre a filmografia de Lúcia Murat seus filmes voltados para a abordagem de temas relacionados à ditadura militar brasileira. Desse modo, são selecionados os longas-metragens Que Bom Te Ver Viva (1989), Doces poderes (1996), Quase dois irmãos (2004), Uma Longa Viagem (2011) e A memória que me contam (2012), de cuja análise transversal pretendese compreender como a cineasta lida com seu passado através da prática cinematográfica. Para tanto, adota-se uma perspectiva de análise fílmica multidisciplinar visando compreender a variedade de discursos articulados nessas produções, os quais são confrontados com fontes produzidas sobre os filmes como comentários e entrevistas da diretora e de sua equipe de produção e elenco, bem como informações disponíveis na página da produtora na internet, entre outros.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.