Comunistas e trabalhistas no cenário político brasileiro dos anos 1960: notas sobre o trânsito entre culturas políticas

Fábio André G. das Chagas

Resumo


Apresentaremos neste artigo a possibilidade de trabalhar com categorias conceituais do âmbito cultural da história para o seu respectivo domínio político. Embora as disputas em torno das comprovações acerca da participação de atores sociais não comunistas no cenário político compreendido entre 1961 até meados dos 1970 não presidam nosso interesse - mas nem por isso deixemos de excursionar neste terreno - trabalharemos aqui com vistas a lançar luz sobre o trânsito entre culturas políticas no campo das esquerdas, mais especificamente entre trabalhistas e comunistas, no decurso de fins dos anos 1950 e ao longo da década de 60 no Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.