A Filosofia da Ciência em Popper, Kuhn e Morin: um estudo comparativo

Alexandre de Paiva Rio Camargo

Resumo


Neste artigo, pretendemos estabelecer um estudo comparativo entre os filósofos da ciência Karl Popper, Thomas Kuhn e Edgar Morin. Ao analisar as principais linhas que definem o pensamento de cada um dos autores, podemos, então, caracterizar suas proximidades e descontinuidades quanto às suas concepções particulares acerca da natureza do conhecimento, da verdade e do progresso científicos. Nosso principal objetivo, portanto, é o de confrontar o racionalismo neopositivista de Popper, o estruturalismo científico de Kuhn e o assistemático “pensamento complexo” de Morin, ora apontando algumas de suas insuficiências, ora corroborando algumas de suas conclusões, baseando-nos em contribuições mais recentes à filosofia da ciência.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.