Heródoto e o Testamento de Udjahor-Resenet

Maria Thereza David João

Resumo


O relato clássico de Heródoto acerca das guerras entre gregos e persas em sua “História” sempre foi referência certa em estudos sobre a antiguidade. Entretanto, em especial após a virada do século XX, algumas passagens de seus escritos passaram a ser alvo de questionamentos relacionados à sua veracidade. Tendo isto em vista, este artigo tem por objetivo apresentar uma discussão envolvendo algumas dessas passagens controversas, mormente aquela que trata do reinado do persa Cambises no Egito (522 a.C. – 525 a.C.). Na esteira dos estudos de historiadores e egiptólogos do período, procurar-se-á indagar de que forma aparecem, nesses escritos, uma visão pró-helênica e uma propaganda anti-persa, as quais seriam reflexos do momento histórico vivido por Heródoto. A análise irá, ainda, valer-se de um conhecido relato egípcio do mesmo período, o testamento de Udjahor-Resenet, a fim de contrapô-lo ao relato da “História”, uma vez que os textos apresentam versões antagônicas a respeito da administração de Cambises.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.