Paula de Sequeira: Inquisição e Lesbianismo na Bahia Quinhentista

Kaíque Moreira Léo Lopes

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir inquisição, lesbianismo e gênero na Bahia do final do século XVI. Para tanto, toma-se como ponto de partida a confissão feita por Paula de Sequeira ao Inquisidor Furtado de Mendonça, em 1591. Como pano de fundo, aborda-se a história das mulheres no período colonial, importante tema cuja abordagem carece de maior atenção na historiografia. No que tange a interpretação da fonte principal, optou-se por aplicar a imaginação histórica e a micro-história como apetrechos para aceder ao verossímil da experiência histórica nela contida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.