Gênero e Trabalho em Fábricas de Tecidos: o Caso da Companhia de Fiação e Tecidos Aliança

Isabelle Cristina da Silva Pires

Resumo


A presente argumentação procura analisar as condições do trabalho feminino em fábricas de tecidos no início do século XX. Assim como, elaborar um estudo de caso na Companhia de Fiação e Tecidos Aliança para discutir as relações de gênero presentes tanto na experiência do trabalho em tal fábrica quanto na esfera privada, nos momentos de lazer dos (as) operários (as) no interior desse complexo industrial. Refletirei acerca das conflitantes relações e as noções de masculinidades existentes na definição das hierarquias dentro do trabalho fabril têxtil. Nesse sentido, buscarei destacar como as operárias dialogaram com essa lógica e como se utilizaram em benefício próprio dessas noções. Procurarei destacar as formas de repressão executadas pelo industrial da Fábrica Aliança, mas também os meios de resistência implementados pelos (as) trabalhadores (as) dessa companhia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.