Angola: Rememorando as indas e vindas de um Lugar Inesquecível

Marilda dos Santos Monteiro das Flores

Resumo


Esse artigo é uma reflexão sobre a rememoração da saída de milhares de portugueses de Angola, na década de 1970, rumo a Portugal, no contexto da guerra colonial e início do processo de descolonização. Para pensar a saída, vale observar o processo que levou milhares de portugueses, em anos anteriores, a escolher Angola, a Pérola do Império, como local de refúgio e mudança de vida. A análise de duas entrevistas, uma realizada por Claudia Castelo e a outra realizada por Celso Castro, permitirá perceber o ambiente de transferência para Angola e os objetivos mais gerais do Estado português ao implementar a migração para o Ultramar. A observação dos depoimentos permitirá pensar o trânsito e o esforço em construir uma memória da migração.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.