A palavra escrita do rei: Chancelaria e poder régio através de uma Carta Plomada

Paula de Souza Valle Justen

Resumo


Neste trabalho analisaremos um diploma régio emitido pela chancelaria de Alfonso X, onde o rei concede dois terços de uma alqueria a García Martínez, irmão do alguacil do rei. Este diploma foi escolhido por ser uma exceção no conjunto de cartas de doação de propriedade concedidas pelo monarca: excepcionalmente, o rei justifica e detalha o porquê da doação, relatando toda a trajetória de como a propriedade foi repartida até chegar ao seu beneficiário final, García Martínez. Analisaremos, as condições materiais de produção deste documento, o lugar de produção e a sua função específica em seu contexto, a segunda metade do século XIII. Levaremos em consideração a produção de textos escritos na época e a língua utilizada – a dizer, o castelhano -, tendo em perspectiva a cultura escrita castelhana e o projeto monárquico de centralização política.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.