O "afeto das palavras": Pátria, Nação e Estado em Fernando Pessoa, Mario de Andrade e Cecília Meireles (Lisboa, São Paulo, Rio de Janeiro, primeira metade do século XX)

Denilson de Cássio Silva

Resumo


O texto aborda as ideias de “pátria”, de “nação” e de “Estado”, presentes em escritos de Fernando Pessoa, Mário de Andrade e Cecília Meireles, durante a primeira metade do novecentos. Tem-se o objetivo de problematizar a variação semântica dessas palavras, noções e/ou conceitos. Para tanto, a base teórica dialoga, sobretudo, com a obra “Ensaio Respublicano”, do historiador português Fernando Catroga e se respalda em um corpus documental formado por poemas, relatos biográficos e de viagens, crônica e carta. Os procedimentos metodológicos são de cunho qualitativo, integrando uma análise histórico-conceitual e do político. Os resultados apontam proximidades e distanciamentos entre as diversas perspectivas dos escritores e endossam a conclusão de que suas falas encamparam uma luta, a um só tempo, afetuosa e angustiante, sobre os signifi cados daquela terminologia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.