O anticlericalismo anarquista durante a primeira república Brasileira (1899-1920)

Pablo dos Santos Martins

Resumo


Este artigo é um estudo sobre o movimento anticlerical anarquista durante a República Velha no Brasil. Para tal, tem como recorte temporal o período de 1899 a 1920, época de maior efusão das ideias anticlericais nos sindicatos e na imprensa operária, a partir do jornal A Lanterna. A principal argumentação é de que a luta contra a Igreja Católica era uma das principais bandeiras defendida pelos anarquistas brasileiros em prol da revolução social. O trabalho surge a partir de fontes primárias, jornais e estatutos de associações operárias, encontrados no Arquivo de Memória Operária do Rio de Janeiro (AMORJ) e nos arquivos da Federação Anarquista do Rio de Janeiro (FARJ). Como expoente das lutas sociais das primeiras décadas do século XX no Brasil, estudar o anticlericalismo anarquista contribui para a compreensão das lutas operárias dentro do quadro social do capitalismo brasileiro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.