A experimentação literária de Machado de Assis e o tema da propriedade da terra no XIX

Pedro Parga Rodrigues

Resumo


Trata-se aqui de refletir sobre a presença da temática do conflito de terras e de uma crítica à visão senhorial sobre a propriedade territorial em dois trabalhos literários do escritor Joaquim Maria Machado de Assis: “Na Arca: três capítulos (inéditos) do gênesis” e Memórias Póstumas de Brás Cubas. Pretende-se contribuir com os autores que entendem a transformação do estilo literário machadiano como um processo de experimentação, argumentando que a repetição da temática nos dois escritos é um indicativo desta ação criativa da parte do literato. Desta forma, também será sugerida a necessidade de estudos sobre a atuação do escritor enquanto funcionário público do Ministério da Agricultura, na seção encarregada de lidar com terras devolutas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.