A presença inglesa na cabotagem brasileira

Bruna Iglezias Motta Dourado

Resumo


O artigo analisa a trajetória da Companhia Pernambucana de Navegação a Vapor, empresa de navegação de cabotagem, entre 1850-1860. A pesquisa sobre a empresa revelou a presença de negociantes britânicos entre os diretores e a participação de outras empresas britânicas no processo de incorporação e montagem do empreendimento. Os melhoramentos nos transportes e especificamente na navegação de cabotagem brasileira do século XIX - em face do uso da máquina a vapor e do ferro – contaram com financiamento de capitais estrangeiros e a presença de comerciantes nacionais e estrangeiros na diretoria desses empreendimentos. Assim, a proposta de estudo sobre a atuação dos ingleses na companhia pretende ampliar o entendimento sobre as relações entre o mercado, a empresa e a sociedade.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.