Escravidão e engenho(s): o processo de modernização da indústria açucareira do norte fluminense (c.1850-1888)

Marcos de Brito Monteiro Marinho

Resumo


Este trabalho tem como objetivo estudar o processo de modernização da indústria açucareira de Campos dos Goytacazes ao longo da segunda metade do século XIX. Esta região já era um poderoso polo de produção de açúcar e aguardente ainda no século XVIII, período em que tal complexo foi montado devido ao investimento de comerciantes em terras e escravos. Entretanto, na segunda metade dos oitocentos, o Norte-Fluminense passa por um novo processo de transformação, em que algumas de suas maiores unidades açucareiras iniciam um vigoroso processo de modernização tecnológica, responsável por aumentar significativamente sua produção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.