A organização da religiosidade no tratado político de Espinosa

Maxlander Dias Gonçalves

Resumo


O artigo pretende discutir a religiosidade nos Países Baixos durante o século XVII a partir das proposições de EspinoSa no Tratado Político. Em uma república de destacado desenvolvimento econômico e tida como tolerante a ideias divergentes no âmbito filosófico e teológico, o tema religião torna-se uma premente. Após a morte dos irmãos De Witt (1672), Espinoza vai discorrer sobre os fundamentos da política em seus pressupostos de afeto e razão e vaticinar sobre os modos de organização dos templos e as maneiras de expressão da fé individual, pública, coletiva e citadina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.