Produção acadêmica sobre práticas de segurança pública e justiça criminal: estudos empíricos sobre instituições, interesses, decisões e relações dos operadores com o público

Vivian Paes, Ludmila Ribeiro

Resumo


A avaliação das práticas do sistema de segurança pública e justiça criminal perante os cidadãos envolvidos em conflitos revelam que muitas vezes as respostas (padrão) punitivas dadas pelos operadores são insuficientes para a administração dos conflitos. Tendo em vista que a gestão do sistema de segurança pública e justiça criminal tornaram-se pauta obrigatória do debate público, apresentamos trabalhos de relevância empírica que estejam orientados ao entendimento das regras de ação dos operadores e das instituições no desempenho de sua atividade cotidiana. Dessa maneira, pretendemos fomentar uma maior reflexão sobre a democratização da sociedade brasileira propondo um olhar sobre as práticas de instituições que pretendem “manter a ordem pública” e “fazer justiça”, mas que tradicionalmente mantém as suas organizações fechadas ao olhar e às demandas do público.


Palavras-chave


sociologia; instituições, segurança pública, justiça criminal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/conflu16i3.p414

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Confluencias



A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

 

Resultado de imagem para bielefeld base