Este é um chamado à ação contra a escravidão na América – abolicionismos e movimentos sociais na terra da liberdade.

Fernando Henrique Cardoso Neves, Ricardo Braida

Resumo


O tema deste trabalho é abolicionismo penal e movimentos sociais. Dentro desta perspectiva, voltamos nossa atenção para a greve prisional que teve início em 9 de setembro de 2016 nos Estados Unidos. Apesar de  muitos movimentos sociais tomarem para si um discurso anti-prisional, o posicionamento examinado rompe com esta homogeneidade. O objetivo deste artigo é demonstrar os grupos e as estratégias que participam deste movimento. Tal exercício dar-se-á pela análise do material exposto na internet desde os chamados anteriores à greve. Os resultados demonstram tanto sua heterogeneidade como as implicações desta numa reflexão entre Direito e movimentos sociais.

Palavras-chave


abolicionismo penal; movimentos sociais; direitos humanos

Texto completo:

PDF EPUB

Referências


AUGUSTO, Acácio. 2006 A luta dos anarquistas contra o sistema penal e a emergência da ação global de associações que compõem a Cruz Negra Anarquista (CNA). Revista Urutaguá, n. 6.

________________. Abolicionismo penal como ação direta. Verve, n. 21, 2012, pp.154-171

GODWIN, Willian. “De crimes e punições”. 1793. Tradução de Maria Abramo Caldeira Brant in verve. São Paulo, Nu-Sol/PUC-SP, n. 5, 2004, pp. 11-86

GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação v. 16 n. 47 maio-ago. 2011

____________________ 2008. O protagonismo da sociedade civil: movimentos sociais, ONGs e redes solidárias. 2. ed. São Paulo: Cortez.

HULSMAN, Louk. 1986 Critical criminology and the concept of crime. Crime, Law and Social Change, v. 10, n. 1, p. 63-80.

HULSMAN, L., & CELIS, J. D. 1993. Penas perdidas: o sistema penal em questão. Rio de Janeiro: Luam.

KARAM, Maria Lúcia. A Esquerda Punitiva. Disponível em http://emporiododireito.com.br/a-esquerda-punitiva-por-maria-lucia-karam acessado em 02 fev. 2017.

__________________. Ainda sobre a “esquerda punitiva”. Disponível em http://emporiododireito.com.br/esquerda-punitiva-maria-lucia-karam acesso em 02 fev. 2017.

LOPES, Ricardo Ferraz Braida. 2014. Estudo sobre a Literatura de Cárcere: a liberdade de um discurso. Dissertação – UFJF.

NEVES, Fernando Henrique Cardoso. 2016. Abolicionismo Penal e Extensão Universitária. Monografia – UFF.

PASSETTI, Edson. 2004 A atualidade do abolicionismo penal. Curso livre de abolicionismo penal. Rio de Janeiro: Revan.

_______________. Heterotopias anarquistas. Revista Verve n 2, São Paulo, Nu−Sol, 2002.

PASSOS, Aline. Criminalização das Opressões: A que estamos sendo levados a servir? Disponível em https://revistarever.com/2014/01/23/criminalizacao-das-opressoes-a-que-estamos-sendo-levados-a-servir acesso em 02 fev. 2017.

SYKES, G. M. 1958 The society of captives: A study of a maximum security prison: Princeton University Press.

www.itsgoingdown.org




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu19i2.p489

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Confluências | Revista Interdisciplinar de Sociologia e Direito



A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

 

Resultado de imagem para bielefeld base