OS PAPÉIS DA CULTURA NAS METRÓPOLES CONTEMPORÂNEAS

Clarice de Assis Libânio

Resumo


As metrópoles contemporâneas apresentam um modelo centro-periferia desigual, hierárquico, excludente e segregador, com agravamento da pobreza, das desigualdades e violações de direitos. No caso brasileiro às espoliações econômica e socioespacial se soma a fragilização dos direitos de cidadania. As favelas e periferias são locais onde se manifestam com maior intensidade tais processos e onde, em contraponto, a população desenvolve práticas para a sobrevivência cotidiana e para a superação da ausência do Estado e garantia de direitos. Frente a tal situação, retoma-se o conceito de Direito à Cidade, elaborado por Henri Lefebvre em 1968, e busca-se entender as ações e projetos socioculturais como potentes formas de resistência e caminhos para a emancipação das populações periféricas, a efetivação do direito à cidade e a reinvenção do urbano como lugar de encontro, de troca e de acesso às oportunidades.

Palavras-chave


Práticas Culturais, Direito à Cidade, Resiliência.

Texto completo:

PDF EPUB

Referências


AVRITZER, Leonardo. Repensando os mecanismos participativos de Belo Horizonte: representação, capacitação e intersetorialidade. Belo Horizonte: PROEP, 2010.

BARBOSA, Jorge Luiz. Favela: solo cultural da cidade. IN BARBOSA, Jorge Luiz e GONÇALVES DIAS, Caio. Solos Culturais. Rio de Janeiro: Observatório de Favelas, 2013.

BORJA E CARRIÓN. Ciudades resistentes, ciudades posibles. Una Introducción. Disponível em http://www.jordiborja.cat/ciudades-resistentes-ciudades-posibles-una-introduccion/ 6/7. 2016, acesso em setembro de 2017.

BOURDIEU, Pierre. Estruturas, habitus, práticas. In: ________ O senso prático. Petrópolis: Ed. Vozes, 2009. p.86-107.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 1989.

BRUNDTLAND, G.H. Report of the World Commission on environment and development: “Our common future”. United Nations, 1987.

CARVALHO, Cláudia Pato. Citizenship and the artistic pratice: artistic praticies and their social role. In DUXBURY, Nancy. Animation of Public Space through the Arts - Toward more susteinable communities. Ediçoes Almedina. Coimbra, 2013. P. 293-315.

CIDADES E GOVERNOS LOCAIS UNIDOS (CGLU). Agenda 21 da Cultura. Barcelona, 2006. Disponível em http://www.agenda21culture.net/es/documentos/agenda-21-de-la-cultura, acesso em 21/07/2017.

DESSEIN, J.; SOINI, K.; FAIRCLOUGH, G. and HORLINGS, L. G. (Eds.). Culture in, for and as Sustainable Development: Conclusions from the COST Action IS1007 Investigating Cultural Sustainability. Jyväskylä: University of Jyväskylä, 2015. Disponível em http://www.culturalsustainability.eu/conclusions.pdf, acesso em agosto de 2016.

DUXBURY, N. (Ed.). Animation of Public Space through the Arts: Toward More Sustainable Communities. Coimbra: Edições Almedina, 2013.

DUXBURY, Nancy; HOSAGRAHAR, Jyoti; PASCUAL, Jordi. Why must culture be at the heart of sustainable urban development? In CGLU, Agenda 21 for Culture. January 2016. Disponível em http://www.agenda21culture.net/sites/default/files/files/documents/en/culture_sd_cities_web.pdf, acesso em agosto de 2016.

DUXBURY, Nancy; JEANNOTTE, M. Sharon. Culture, Sustainability, and Communities: Exploring the Myths. Oficina do CES n. 353. Coimbra: Centro de Estudos Sociais, setembro de 2010.

FRÚGOLI JÚNIOR, Heitor. Sociabilidade urbana. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007. (coleção passo a passo, n. 80)

FURTADO, Celso. Criatividade e dependência na civilização industrial. RJ: Paz e Terra, 1978.

HABITAT INTERNATIONAL COALITION (HIC). Cidades para tod@s: Propostas e experiências pelo direito à cidade, Santiago de Chile, 2010. Disponível em http://www.gloobal.net/iepala/gloobal/fichas/ficha.php?id=12275&entidad=Textos&html=1, acesso em 18/10/2017.

HALEY, David. The limits of sustainability: the art of ecology. In KAGAN, Sacha / KIRCHBERG, Volker (eds.), In Sustainability: a new frontier for the arts and cultures. VAS, Frankfurt, 2008. P. 194-208.

HARVEY, David. Cidades Rebeldes. São Paulo: Martins Fontes – Selo Martins Fontes, 2014.

HOLSTON, James. Cidadania insurgente: disjunções da democracia e da modernidade no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

INSTITUTO MARIA E JOÃO ALEIXO (IMJA). Carta da Maré: manifesto das periferias. Rio de Janeiro, 2017 [manuscrito]. Disponível em http://imja.org.br/assets/CARTA-SEMINARIO-FINAL_A4.pdf acesso em 18/10/2017.

LEFEVBRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LIBANIO, Clarice A. Arte, cultura e transformação nas vilas e favelas: um olhar a partir do Grupo do Beco [dissertação mestrado]. Belo Horizonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, 2008a.

LIBANIO, Clarice A. Democracia, participação e direito à cidade: um olhar sobre o jogo, suas regras e as possibilidades de emancipação. In Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação em Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (16.: 2015. Belo Horizonte, MG). Anais do XVI Encontro da ANPUR - Espaço, planejamento e insurgências: alternativas contemporâneas para o desenvolvimento urbano e regional. Belo Horizonte: ANPUR, 2015b.

LIBANIO, Clarice A. Favelas e periferias metropolitanas: exclusão, resistência, cultura e potência. 1ª ed. Belo Horizonte: Favela é Isso Aí, 2016a. V. 1. 288p.

LIBANIO, Clarice A. Guia Cultural das Vilas e Favelas de Belo Horizonte. Belo Horizonte: Ed. do autor, 2004.

LIBANIO, Clarice A. Política cultural e acesso à cidade. In:Seminário Internacional Políticas Culturais (5. : 2014 maio 7-9 : Rio de Janeiro, RJ). Anais do... / Organizadores: Lia Calabre, Mauricio Siqueira, Adélia Zimbrão. – Rio de Janeiro, Fundação Casa de Rui Barbosa, 2014b.

LIPOVETSKY, Gilles. A cultura-mundo: resposta a uma sociedade desorientada. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. Festa no pedaço – Cultura popular e lazer na cidade. 3. ed. São Paulo: Fundação editora UNESP, 2003.

MARQUES, Eduardo. Redes sociais, segregação e pobreza. São Paulo: Editora UNESP; Centro de Estudos da Metrópole, 2010.

MONTE-MÓR, Roberto L.M. As teorias urbanas e o planejamento urbano no Brasil. IN Diniz & Crocco (Eds.). Economia Regional e Urbana: contribuições teóricas recentes. Belo Horizonte: UFMG, 2006a. (ver versão apenas deste texto em http://www.ceap.br/material/MAT2308201001849.PDF, acesso em 18/10/2017).

MONTE-MÓR, Roberto L.M. O que é o urbano no mundo contemporâneo. UFMG, UFMG, 2006b (texto para discussão 281). Disponível em http://www.cedeplar.ufmg.br/pesquisas/td/TD%20281.pdf, acesso em 18/10/2017.

MONTE-MÓR, Roberto L.M. Urbanização, sustentabilidade, desenvolvimento: complexidades e diversidades contemporâneas na produção do espaço urbano. In: COSTA, Geraldo Magela; COSTA, Heloísa Moura; e MONTE-MÓR, Roberto L.M. (orgs.). Teorias e práticas urbanas: condições para a sociedade urbana. Belo Horizonte: C/Arte, 2015.

NAÇÕES UNIDAS – dados de urbanização - Disponível em http://esa.un.org/unpd/wup/Highlights/WUP2014-Highlights.pdf

NAÇÕES UNIDAS. Assembleia Geral. Transformar nosso mundo: a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Setembro de 2015.

PNUD. Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. 2000.

SANTOS, Boaventura Souza. Democratizar a democracia: os caminhos da democracia participativa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

SANTOS, Milton. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, 1987.

SIMMEL, G., A Metrópole e a Vida Mental, in Velho, Otávio Guilherme (org.), O Fenómeno Urbano. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967.

SOJA, Edward. Postmetropolis. Estudios críticos sobre las ciudades y las regiones. Madrid: Traficantes de Sueños, 2008.

SOUZA, Jessé. A ralé brasileira: quem é e como vive. Belo Horizonte: UFMG, 2011.

SOUZA, Jessé. Os batalhadores brasileiros: Nova classe média ou nova classe trabalhadora? Belo Horizonte: UFMG, 2010. (Coleção Humanitas) (2ª edição em 2012)

SOUZA, Marcelo Lopes de. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

TONUCCI FILHO, João Bosco Moura. Comum urbano: a cidade além do público e do privado / João Bosco Moura Tonucci Filho. – 2017. Orientadora: Heloísa Soares de Moura Costa. Tese (doutorado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Instituto de Geociências, 2017. [manuscrito]

VARGAS, Eduardo Viana. Antes Tarde do que nunca. Gabriel Tarde e a emergência das ciências sociais. Rio de Janeiro: Contra Capa livraria, 2000.

YÚDICE, George. A conveniência da cultura: usos da cultura na era global. Belo Horizonte: Editora da UFMG; 2004.




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu20i2.p548

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Confluências | Revista Interdisciplinar de Sociologia e Direito



A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

 

Resultado de imagem para bielefeld base