SÍNTESE DA EVOLUÇÃO DOS PRINCIPAIS INDICADORES SÓCIO ECONÔMICOS UTILIZADOS COMO MEDIDA DA DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL ENTRE OS ANOS 2000 E 2015

Paula Margarita Andrea Cares Bustamante

Resumo


O artigo objetiva apresentar os principais conceitos relacionados ao desenvolvimento e verificar como isso tem se dado no Brasil a partir do ano 2000. Especificamente o trabalho objetiva identificar o comportamento dos indicadores socioeconômicos no Brasil a partir de 2000. A metodologia utilizada na pesquisa será a revisão bibliográfica com base nos textos de Souza (2012) e Paulani; Braga (2007) que apresentam as teorias de desenvolvimento econômico, Jannuzzi (2012) trabalha o conceito de indicadores sociais e, Neri e Souza (2012); Oxfam (2017) apresentam o comportamento dos principais índices sociais no Brasil ao longo da década 2000 e descrevem a importância e limitação dos indicadores sociais. Constatou-se que o crescimento econômico no período analisado, junto com a redução das desigualdades de renda, favoreceu a melhoria das condições de vida da população brasileira.


Palavras-chave


desigualdade social; indicadores sociais, indicadores econômicos

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, Alexandre Rands. Desigualdades Regionais no Brasil: Natureza e causas. Elsevier Editora; Rio de Janeiro, 2011.

Cartilha Vozes da Classe Média (2012)

http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/comunicado/120925_comunicadodoipea155 v5.pdf. Acesso em 22/03/17.

ECONOMIAX. Acesso em abril de 2016. Disponível em: http://economiax.blogspot.com.br/2009/10/crescimento-e-desenvolvimento economico.html

IBGE – INSTITUDO BRASILEIRO DE GEOPGRAFIA E ESTAT´SITICA. https://www.ibge.gov.br/. Vários acessos. 2017.

KEYNES, John Maynard. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda: inflação e deflação. 2ed. São Paulo: Nova Cultural, 1985 (Os economistas).

NERI, Marcelo Côrtes; SOUZA, Pedro Herculano Cavalcanti Ferreira de. (Baseado). A Década Inclusiva (2001-2011): Desigualdade, Pobreza e Políticas de Renda. Ipea. 2012.

OXFAN. A distância que nos une: um relatório das desigualdades brasileiras. 2017.

PAULANI, Leda Maria; BRAGA, Márcio Bibik. A nova contabilidade social: uma introdução à macroeconomia. 3ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das letras, 2010.

SOUSA, Jessé. Os batalhadores Brasileiros: nova classe média ou nova classe trabalhadora? 2. Ed. Ver e ampl. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

SOUSA, Nilson Araújo. Economia Brasileira Contemporânea: de Getúlio a Lula. 2° ed. São Paulo: Atlas, 2008.




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu.v21i3.34693

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Confluências | Revista Interdisciplinar de Sociologia e Direito



A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

 

Resultado de imagem para bielefeld base