A DEVOLUTIVA COMO PRÁTICA DIALÓGICA/DIALÉTICA DA SOCIOLOGIA VIVA DO OBSERVATÓRIO FUNDIÁRIO FLUMINENSE: o caso da luta pela terra na Fazenda Cabaceiras

Emmanuel Oguri Freitas

Resumo


Este artigo é o resultado de uma prática de pesquisa desenvolvida pelo Observatório Fundiário Fluminense (ObFF), no contexto da Sociologia Viva, que consiste em retornar às comunidades pesquisadas/assessoradas com intuito de devolver e apurar os resultados preliminares ou finais de pesquisa. Esta prática denominamos como devolutiva. Apresentamos o espaço escolhido pela comunidade do assentamento 26 de Março para nosso encontro de devolutiva: a Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlos Marighella. Como resultado, apontamos as categorias de estratégia usada pelos subalternizados e as manobras realizados pelos fazendeiros. Identificamos que a devolutiva pode ser relevante para o projeto da Sociologia Viva, pois retorna considerações sobre a pesquisa realizada para a comunidade, possibilita uma reavaliação do material analisado, reforçando um diálogo com os sujeitos da investigação e abre novas possibilidades de pesquisa/assessoria.


Palavras-chave


Sociologia Viva; Devolutiva; Processo Judicial.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: https://doi.org/10.22409/conflu.v21i2.34700

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Emmanuel Oguri Freitas



A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

 

Resultado de imagem para bielefeld base