A cartilha da mulher adequada: ser piriguete e ser feminina no Esquadrão da Moda

Ligia Campos de Cerqueira Lana, Laura Guimarães Corrêa, Maitê Gugel Rosa

Resumo


Concordando com a proposição crítica de Angela McRobbie sobre o pós-feminismo, este artigo tem como objetivo refletir sobre o tratamento dedicado às mulheres no programa Esquadrão da Moda (SBT). No estudo de caso, comparamos duas personagens “transformadas pelo esquadrão”, sob a perspectiva do “estar na moda” associado com a imposição de limites para a exibição do corpo feminino. As medidas da sensualidade e da feminilidade indicam que o corpo feminino deve sempre estar suscetível à adequação das regras do consumo, do trabalho e da felicidade individual, mesmo que às custas de humilhação.

Palavras-chave


pós-feminismo, moda, Esquadrão da Moda

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/contracampo.v1i24.176

Apontamentos

  • Não há apontamentos.