VJ em cena: espaços como partitura audiovisual

Patricia Moran

Resumo


Vamos discutir neste artigo projeções de imagens manipuladas ao vivo que funcionam como partituras audiovisuais. São cintilação: imagens figurativas e gráficas, pessoas dançando sob luzes estroboscópicas. Na noite, em boates, raves e galerias, a distribuição das telas no lugar e o excesso de luzes coloridas criam o espaço-experiência, o espaço-estímulo, criam projeções-espaço. O espaço de estímulos aqui proporcionados promove uma experiência imersiva que se aproxima de outros dispositivos com imagens-espaço, como os ambientes dos videogames e da realidade virtual interativa. Por outro lado, deles se afastam por se constituírem de imagens-luz, de imagens cintilantes figurativas ou não, enfim, por se estruturarem como partituras audiovisuais.

Palavras-chave


VJ, Manipulação de imagens ao vivo, Espaço, Partitura Audiovisual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i13.505

Apontamentos

  • Não há apontamentos.