A cobertura do Campeonato Mundial Amador em Surfing (1978-1990)

Rafael Fortes

Resumo


Este artigo analisa edições da revista Surfing entre os anos de 1978 e 1990, com dois objetivos. Primeiro, traçar um panorama da cobertura dos campeonatos mundiais amadores de surfe entre 1978 e 1990. Segundo, analisar a cobertura da participação da África do Sul em 1978 e da não participação entre 1980 e 1990. O corpus é composto pelas edições da revista publicadas no intervalo de anos indicado. A metodologia segue os procedimentos sugeridos por Luca (2005) para a pesquisa histórica que tem como fonte e objeto os impressos, combinados com a perspectiva de defendida por Booth (2008). Quanto ao primeiro objetivo, as coberturas enfatizam os aspectos efetivamente competitivos, como o desempenho dos atletas e das equipes, sobretudo do EUA. No que diz respeito ao segundo objetivo, na maioria dos casos a ausência da África do Sul foi silenciada.


Palavras-chave


esporte; história da mídia;

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BOOTH, Douglas. Australian Beach Cultures: The History of Sun, Sand and Surf. London: Frank Cass, 2001.

BOOTH, Douglas. O lado obscuro do salvamento no mar. Recorde: Revista de História do Esporte, v. 5, n. 2, p. 1-13, jul.-dez. 2012a.

BOOTH, Douglas. (Re)reading The Surfers´ Bible: The affects of Tracks. Continuum: Journal of Media & Cultural Studies, v. 22, n. 1, p. 17-35, February 2008.

BOOTH, Douglas. The Race Game: Sport and Politics in South Africa. London: Frank Cass, 1998.

BOOTH, Douglas. Um enredo trágico? Uma resposta para Jaggard e Phillips. Recorde: Revista de História do Esporte, v. 5, n. 2, p. 1-11, jul.-dez. 2012b.

BRANDÃO, Leonardo. Para além do esporte: uma história do skate no Brasil. Blumenau: Edifurb, 2014.

FORTES, Rafael. Entre o surfe feminino, a indústria de surfwear e a promoção da África do Sul: uma análise de A Onda dos Sonhos 2. In: FORTES, Rafael; MELO, Victor Andrade de (org.). Comunicação e esporte: reflexões a partir do cinema. Rio de Janeiro: 7 Letras/Faperj, 2014. p. 49-70.

FORTES, Rafael. O surfe nas ondas da mídia: esporte, juventude e cultura. Rio de Janeiro: Apicuri/Faperj, 2011.

JAGGARD, Ed. Escrevendo a história do salvamento no mar na Austrália. Recorde: Revista de História do Esporte, v. 5, n. 2, p. 1-15, jul.-dez. 2012.

LADERMAN, Scott. Empire In Waves: A Political History of Surfing. Berkeley: University of California Press, 2014.

LUCA, Tania Regina de. História do, no e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 111-53.

MELO, Victor Andrade de; DRUMOND, Mauricio; FORTES, Rafael; SANTOS, João M. C. Malaia. Pesquisa histórica e história do esporte. Rio de Janeiro: 7 Letras/Faperj, 2013.

NAURIGHT, John. Sport, cultures and identities in South Africa. London: Leicester University Press, 1997.

PHILLIPS, Murray G. Uma avaliação crítica da narrativa na história do esporte: lendo o debate sobre o salvamento no mar. Recorde: Revista de História do Esporte, v. 5, n. 2, p. 1-26, jul.-dez. 2012.

PHILLIPS, Murray G.; BOOTH, Douglas; JAGGARD, Ed. Analisando divergências na história do esporte: o debate sobre o salvamento no mar. Recorde: Revista de História do Esporte, v. 5, n. 2, p. 1-10, jul.-dez. 2012.

THOMPSON, Glen. Surfing, Gender and Politics: Identity and Society in the History of South African Surfing Culture in the Twentieth-Century. 2015. Tese (Doutorado em História) – Stellenbosch University, Stellenbosch, 2015.




DOI: https://doi.org/10.22409/contracampo.v36i2.955

Apontamentos

  • Não há apontamentos.