Uma cidade vermelha: Alagoinhas, pórtico comunista do interior baiano

Ricardo José Sizilio

Resumo


Neste artigo, discutiremos a importância da cidade de Alagoinhas, interior da Bahia, para Partido Comunista do Brasil (PCB), sobretudo, entre os anos de 1945 e 1947, período em que o PCB pode atuar legalmente. Através, principalmente, do periódico comunista O Momento, da documentação do Tribunal Regional Eleitoral e Tribunal Superior Eleitoral, além dos Anais da Assembleia Constituinte de 1946 e dos Diários da Câmara dos Deputados, buscaremos compreender como Alagoinhas se tornou um dos redutos mais importantes para o PCB na Bahia, sendo a cidade do interior do estado em que se verificou a votação mais expressiva para a agremiação, e para Carlos Marighella, nas eleições de 1945. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2238-9288

NEPeTS - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Teoria Social