MEDIÇÃO DE IDENTAÇÕES DE DUREZA COM ALGORITMOS DE VISÃO COMPUTACIONAL E TÉCNICAS DE DECISÃO COM INCERTEZAS

Fabiana Rodrigues Leta, Vilson Berilli Mendes, João Carlos Correia Baptista Soares de Mello

Resumo


Em um sistema de medição de dureza Brinell e Vickers, a extração do diâmetro
e diagonal das marcas de identação está sujeita a erros, mesmo quando efetuados pelos
mais experientes operadores. Uma das fontes de erros é o fato das identações exibirem
linhas de contornos sem nitidez. Com o objetivo de minimizar os erros de medição
decorrentes da influência do operador, o presente artigo apresenta uma abordagem de
medição automática de dureza Brinell e Vickers, baseada em algoritmos de Visão
Computacional, cujo foco principal está no desenvolvimento de algoritmos para extração
das características dimensionais das marcas de identação, onde o usuário não tenha
interferência no resultado final da dureza. São apresentados quatro algoritmos para
extração da característica dimensional da marca de identação para cada ensaio de dureza.
Como cada algoritmo é mais ou menos apropriado, dependendo da situação, e como o
usuário não deve interferir na escolha, o algoritmo mais apropriado é escolhido com base
em elementos da teoria dos jogos.
 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v6i2.136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.