PERCEPÇÃO DO RUÍDO AERONÁUTICO EM ESCOLAS DA ZONA I DO PEZR DO AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO

Maria Fernanda de Oliveira Nunes, Miguel Aloysio Sattler

Resumo


Neste trabalho é realizada uma avaliação do ruído aeronáutico nas
proximidades do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre/RS, com um
estudo em duas escolas localizadas dentro da Zona I do Plano Específico de Zoneamento
de Ruído – PEZR. O trabalho também apresenta uma breve revisão bibliográfica com a
finalidade de fornecer um entendimento geral sobre o ruído aeronáutico. Segundo a
Organização Mundial da Saúde, as crianças são consideradas o grupo mais vulnerável aos
efeitos do ruído e atualmente, os prejuízos na vida escolar possuem evidências científicas
comprovadas. No entanto, as atividades escolares dentro das zonas de ruído mais críticas
ao redor dos aeroportos, que não são permitidas segundo legislações nacionais e
municipais, ocorrem em ambientes com características construtivas inadequadas aos níveis
de exposição. Estão sendo avaliados a percepção e o incômodo do ruído aeronáutico nas
escolas localizadas dentro dos limites da Zona I do PEZR do Aeroporto Internacional
Salgado Filho, a partir de critérios quantitativos e qualitativos, com medições acústicas,
aplicação de questionários, realização de entrevistas, e observações de comportamento e de
ocupação dos ambientes nas Escolas. Os resultados iniciais indicam um grande incômodo
manifestado por alunos e professores, que convivem em ambientes ruidosos, podendo
indicar relações com possíveis problemas vocais e auditivos, em função da necessidade da
elevação no volume da voz. Outro aspecto levantado foi o comprometimento do
desempenho escolar, decorrente da interrupção na comunicação entre o professor e os
alunos durante a passagem dos aviões.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v6i3.141

Apontamentos

  • Não há apontamentos.