AVALIAÇÃO DO CONFORTO HUMANO DE PASSARELAS MISTAS COM O USO DE ALGORITMOS GENÉTICOS

Nelson Luiz de Andrade Lima, José Guilherme Santos da Silva, Francisco José da Cunha Pires Soeiro, Luiz Biondi Neto, Luciano Rodrigues Ornelas de Lima

Resumo


Atualmente, as passarelas de pedestres têm sido construídas a partir de sistemas estruturais cada vez mais arrojados com base no emprego de novos materiais e tecnologias. Este procedimento tem gerado sistemas estruturais bastante esbeltos e os estados limites últimos e de utilização que norteiam o dimensionamento tem sido modificados. Uma conseqüência desta tendência de projeto diz respeito a um aumento considerável dos problemas referentes à vibração. Esta foi a principal motivação para o desenvolvimento de uma metodologia de projeto para avaliar o conforto humano em passarelas de pedestres. Este trabalho apresenta uma contribuição associada à avaliação do conforto humano de passarelas mistas (aço-concreto) com base em técnicas de inteligência computacional. Para
tal utiliza-se uma estratégia de solução baseada em algoritmos genéticos (AG). Os AGs são considerados uma excelente ferramenta a ser utilizada na resolução de problemas de otimização. Para tal são considerados critérios de avaliação do conforto humano recomendados para o projeto estrutural de passarelas de pedestres de acordo com recomendações internacionais e normas de projeto. Assim sendo, esta investigação apresenta um estudo sobre a obtenção do máximo vão admissível a ser empregado no projeto de passarelas mistas (aço-concreto), objetivando atender a critérios de conforto humano.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v10i1.212

Apontamentos

  • Não há apontamentos.