EXPERIMENTOS DE LIXIVIAÇÃO DE METAIS EM CORPOS-DE-PROVA DE CIMENTO BRANCO RELACIONADOS COM A POSSÍVEL CONTAMINAÇÃO DO CIMENTO PRODUZIDO A PARTIR DA QUEIMA DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS

Luciane Pimentel Costa Monteiro, Fernando Benedicto Mainier

Resumo


No passado, as plantas de cimento dependiam da queima de óleo combustível em suas indústrias para suprir suas necessidades energéticas. Após as décadas de 80/90, a redução dos combustíveis fósseis e o incentivo à utilização de combustíveis alternativos intensifi caram a queima de resíduos orgânicos da agricultura (bagaço de cana, palha de arroz, galhos secos) desde que esses resíduos tivessem o poder calorífi co aceitável, tais como os resíduos de outros segmentos industriais e pneus inservíveis. Contudo, a indústria cimenteira deve estar atenta de como tais resíduos, ao serem queimados, podem ser tóxicos ao ser humano e ao ambiente. Dependendo de sua origem, os riscos ambientais aumentam e podem comprometer a qualidade do cimento produzido. O estudo, com base em experimentos de lixiviação em laboratório, serve para alertar a sociedade dos riscos ambientais e humanos na presença desses contaminantes(compostos de metais pesados) durante a queima desses combustíveis alternativos em seus fornos de produção de clínquer.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v11i1.225

Apontamentos

  • Não há apontamentos.