SIMULAÇÃO COM JOGOS DE MONTAR: UM INSTRUMENTO DE ENSINO PARA O PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE OBRAS

Marcelo D. Depexe

Resumo


Simulações e jogos didáticos são instrumentos que podem auxiliar o processo de ensino de diversas áreas da engenharia. O presente trabalho tem como objetivo discutir a utilização de jogos como instrumento de ensino para alunos de engenharia, em disciplinas de planejamento e programação de obras. Para isso, foi realizada uma simulação de planejamento e construção de um conjunto de 16 casas com jogos de montar. Inicialmente, os alunos elaboram o planejamento utilizando a técnica da Linha da Balanço. A fase seguinte é a montagem das casas, com controle do tempo de execução de cada etapa, para confronto em tempo real com a programação. Caso ocorram desvios em relação ao planejamento, os alunos devem tomar decisões no sentido de corrigir os desvios e fi nalizar o projeto dentro do prazo estipulado inicialmente. Observa-se que a utilização de jogos é bem aceita pelos alunos de engenharia, que apresentam maior interesse na aula, bem como nos assuntos debatidos. A realização da simulação possibilitou uma melhor compreensão de conceitos,
bem como a possibilidade de utilização prática de tais conceitos, em uma situação que simula a realidade de forma simplifi cada. Conclui-se que, apesar de ainda pouco utilizados no processo de ensino superior, os jogos e simulações são uma importante ferramenta para o ensino de engenharia, pois facilitam a assimilação de determinados conceitos e permitem ao aluno a possibilidade de aplicação prática da teoria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v12i2.273

Apontamentos

  • Não há apontamentos.