CARACTERIZAÇÃO MECÂNICA E ELÉTRICA DA LIGA 6101 MODIFICADA COM DIFERENTES TEORES DE MG

Ulysses Rodrigues Prazeres, W. L. R. Santos, E. S. Freitas, H. T. Costi, José Maria do Vale Quaresma

Resumo


 

O mercado de cabos de ligas de alumínio para transporte e distribuição de energia elétrica tem crescido bastante nos últimos anos graças à elevada resistência mecânica e peso reduzido desses cabos. O objetivo deste estudo é investigar a influência de diferentes teores de Mg na evolução microestrutural de uma liga da serie 6101 que é bastante empregada na transmissão e distribuição de energia elétrica, assim como analisar o seu efeito nas propriedades mecânicas e elétricas do material. As ligas utilizadas neste trabalho foram vazadas em um molde com formato de “U”, para que fosse possível retirar corpos de provas cilíndricos. O teor de Si foi constante (0,6 %) e adicionado Mg nos teores de: 0,3; 0,5; 0,7; 0,9; 1,1%. Esses corpos de prova foram usinados até 10mm de diâmetro, laminados a frio até chegarem ao diâmetro de 3,98 mm, e posteriormente submetido ao processo de trefilação para que finalmente chegassem ao diâmetro de 3,45 mm. As ligas foram caracterizadas mecanicamente a fim de se avaliar as respostas das propriedades mecânicas do material (Limite de resistência à tração, alongamento e tenacidade) e eletricamente através de ensaios de condutividade elétrica. Os resultados obtidos mostraram, em alguns casos, que o aumento no teor de Mg contribuiu para elevar a resistência mecânica e diminuir a capacidade de conduzir energia elétrica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v13i2.260

Apontamentos

  • Não há apontamentos.