UTILIZAÇÃO DA MACRÓFITA EGERIA DENSA NA BIOSORÇÃO DO CORANTE REATIVO 5G

Aparecido Nivaldo Módenes, Fernando Rodolfo Espinoza, Vanessa Lizeria Alflen, Andréia Colombo, Carlos Eduardo Borba

Resumo


Neste trabalho foi avaliado o potencial de biossorção da biomassa seca da macrófita aquática Egeria densa na remoção do corante reativo azul 5G presente em efluentes de indústrias têxteis. O teste cinético e de equilíbrio foram realizados em sistema batelada sob agitação constante, com pH e temperatura controlados. Os resultados obtidos na cinética de biossorção demonstram uma rápida remoção do corante reativo azul 5G, com tempo de equilíbrio em torno de 120 minutos e taxa de remoção de aproximadamente 95 %. O modelo cinético de pseudo-segunda ordem foi o que melhor representou os dados experimentais. No estudo do equilíbrio, verificou-se que o modelo de Langmuir foi o que melhor se ajustou aos dados experimentais, apresentando capacidade máxima de biossorção de 29,12 mg g-1 e razão entre as taxas de sorção e dessorção de 0,13 L g-1. Os resultados obtidos demonstram que a macrófita E. densa tem potencial para ser utilizada em sistemas de tratamento de efluentes industriais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v13i3.308

Apontamentos

  • Não há apontamentos.