INOVAÇÃO E PRODUÇÃO: ANÁLISE CONCEITUAL E EMPÍRICA DO CASO PAVIMENTAÇÃO COM ASFALTO

Antônio Ricardo Pimentel de Oliveira, Peter Rudolf Seidl, Waldimir Pirró y Longo

Resumo


O trabalho visa verificar a existência de um sistema setorial de inovação e produção em pavimentação no Brasil, identificar disfunções ou lacunas neste sistema, e propor soluções para a adequada estruturação. A pavimentação de rodovias é chave para o crescimento e competitividade do Brasil. A análise tem por suporte o conceito de sistemas de inovação, e por método, o estudo de caso, segundo a abordagem do Projeto ESSY europeu, específica aos casos setoriais. São relatados referentes aos seguintes aspectos do setor: [1] conhecimento e processo de aprendizado; [2] suas empresas (firmas), organizações não-empresariais, redes e instituições; [3] dinâmica setorial de longo prazo e coevolução; [4] políticas públicas; [5] fronteiras geográficas; e [6] desempenho internacional. A pesquisa indicou desafios, tanto para engenheiros rodoviários, quanto para gestores deste modal: o percentual de pavimentação atingido na malha rodoviária brasileira é modesto; ela apresenta excesso de tráfego e sobrecarga sobre seus pavimentos; e evidências apontam para práticas de dimensionamento defasadas do nível de solicitação aplicado nas rodovias. Verificou-se coexistirem: efeitos positivos decorrentes das políticas e ações no campo científico, tecnológico e da educação, gerando aprendizado e inovações, assim como introdução de inovações pelas firmas; e as conseqüências ainda vigentes do enfraquecimento ocorrido nos órgãos rodoviários, que limitam o aproveitamento pleno das oportunidades de inovação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v14i1.338

Apontamentos

  • Não há apontamentos.