PERDAS DE MATÉRIA-PRIMA: UM ESTUDO DE CASO NA INDÚSTRIA DE ÓLEO DE SOJA

Édio Patric Guarienti, Elisângela Pinheiro, Leoni Pentiado Godoy, Mário Luiz Santos Evangelista, Adalbeto Lovato

Resumo


Neste artigo analisa-se as causas potenciais de perdas de solvente hexano em uma indústria de óleo de soja localizada no sul do Brasil para reduzir os custos de produção. Para tal levantamento, utilizou-se de abordagem indutiva, tendo como procedimento a pesquisa bibliográfica e de laboratório com análises flash test e medições com detector multigases MSA. Foram analisadas as possíveis perdas de hexano no farelo, na água, no ar e por deficiência na operação de equipamentos e processos. Identificou-se que mais de 50% dos registros com perda significativa de solvente foram causados por paradas da fábrica em virtude de manutenções entre o extrator e o dessolventizador-tostador. Detectou-se também a ocorrência de perdas de solvente no descarte de água e em vazamentos nas estruturas dos equipamentos da extração.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v14i1.309

Apontamentos

  • Não há apontamentos.