ESTUDO DA SECAGEM DA BIOMASSA DE BANANA VERDE EM SPRAY DRYER

Ricardo Kenji Oi, Elias Basile Tambourgi, Deovaldo de Moraes Jr

Resumo


A biomassa de banana verde é um componente que pode ser aplicado em uma grande variedade de alimentos industrializados por não interferir nos atributos sensoriais de outros ingredientes e apresentar propriedades funcionais, sobretudo pela presença do amido resistente. O campo de aplicação pode ser ampliado, inclusive para a exportação, se produzido na forma de pó. O presente trabalho apresenta um estudo da secagem de biomassa de banana verde em uma unidade não comercial (experimental) de spray dryer com atomizador rotativo. As variáveis selecionadas no procedimento experimental foram: a rotação do atomizador; a temperatura da alimentação e a vazão da alimentação. Estabeleceu-se como respostas a massa e a umidade relativa do produto. Essas variáveis tiveram dois níveis de variação, o que correspondeu à realização de oito ensaios. Dentre as variáveis utilizadas nos ensaios, a rotação do atomizador foi a variável mais significativa para as repostas massa e umidade relativa, as demais apresentaram efeitos reduzidos. Neste estudo ficou comprovada a viabilidade da secagem da biomassa de banana verde em spray dryer com atomizador rotativo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v14i2.345

Apontamentos

  • Não há apontamentos.