COMPOSIÇÃO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA AVALIAÇÃO DE EMPRESAS

Annibal Parracho Sant'Anna, Maarcilio Henrique Ferreira, Silvia dos Reis Alcântara Duarte

Resumo


Este artigo desenvolve, a partir de investigação sobre o conceito de sustentabilidade e da identificação das dimensões deste conceito, análises com duas diferentes ferramentas, a Análise Envoltória de Dados (DEA) e a Composição Probabilística de Preferências (CPP). São, também, discutidas características da Contabilidade Ambiental, que parte do registro do patrimônio ambiental de uma entidade, e da Contabilidade da Sustentabilidade, que lida com relatórios e registros que enfocam aspectos do desenvolvimento sustentável. O trabalho foi desenvolvido a partir do confronto dos resultados obtidos com o uso das duas ferramentas citadas (DEA e CPP), aplicadas sobre dados de algumas das principais empresas do setor elétrico brasileiro. Os dados são extraídos dos balanços sociais das empresas e estão relacionados a aspectos relevantes de sua responsabilidade socioambiental corporativa. Verificou-se que o nível de eficiência socioambiental varia bastante entre as diferentes empresas e que as duas ferramentas analisadas, DEA e CPP, geram classificações similares, estabelecendo um instrumento objetivo para a avaliação do desempenho sustentável das empresas analisadas.  


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v14i2.355

Apontamentos

  • Não há apontamentos.