CLASSIFICAÇÃO DOS LODOS FORMADOS DURANTE O PROCESSO DE COAGULAÇÃO/FLOCULAÇÃO DA ÁGUA COM OS COAGULANTES PAC E MORINGA OLEIFERA

Cynthia Algayer da Silva, Carole Silveira, Fernando Alves da Silva, Marcia Regina Fagundes Klen, Rosângela Bergamasco

Resumo


O processo de tratamento para produção de água potável gera resíduos em algumas etapas do processo de tratamento principalmente o lodo do decantador. Este lodo é formado durante o processo de coagulação/floculação, com o auxilio de coagulantes químico (PAC- Policloreto de Alumínio) ou natural (Moringa oleifera) que vêm sendo investigado intensamente. Pela ABNT NBR 10.004 este lodo é classificado como “resíduo sólido”, portanto deve ser tratado e disposto conforme exigência dos órgãos reguladores. O objetivo principal deste trabalho é classificar o lodo formado, com o uso dos seguintes coagulantes: PCA e Moringa, de acordo com o conjunto de normas ABNT NBR 10.004 (“Resíduos sólidos – Classificação”), ABNT NBR 10.005 (Procedimentos para obtenção de extrato lixiviado de resíduos sólidos”) e ABNT NBR 10.006 (2004) (“Procedimentos para obtenção de extrato solubilizado de resíduos sólidos”), segundo a análise de metais do extrato lixiviado e solubilizado dos lodos. Os ensaios de lixiviação e solubilização dos lodos indicam que os lodos de PCA e Moringa são classificados como resíduos CLASSE II A Não perigoso – Não inerte.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v14i3.380

Apontamentos

  • Não há apontamentos.