MECANISMO DE FISSURAÇAO SOB TRAÇÃO DIRETA DE COMPÓSITOS CIMENTÍCIOS REFORÇADOS COM FIBRAS CURTAS DE SISAL

Paulo Roberto Lopes Lima, Romildo Dias Toledo Filho, José Mário Feitosa Lima

Resumo


Embora a utilização de fibras vegetais como reforço de matrizes a base de cimento remonte à década de 70, poucos estudos têm sido realizados para investigação experimental e analítica desses compósitos sob tração direta. Nesse trabalho, foi avaliado o comportamento de argamassas compósitas reforçadas com fibras curtas de sisal sob ensaio de tração. O diagrama carga-deslocamento foi expresso em termos de tensão-deformação até a abertura da fissura e, após esse ponto, em termos de tensão-abertura de fissura. Comparado com a matriz, que apresentou ruptura frágil, os compósitos reforçados com 1%, 2% e 3% de fibras de sisal apresentaram propagação da fissura a grandes deslocamentos com manutenção de uma resistência residual. Modelos analíticos baseados na Mecânica da Fratura foram utilizados para determinação da tenacidade de fratura e comprimento característico do material e demonstraram que a adição de fibra aumenta a capacidade de absorção de energia do material.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v15i1.363

Apontamentos

  • Não há apontamentos.